Debate – Os festivais e a transformação das cidades

Mais do que apenas entreter, os festivais têm um grande poder de transformação das comunidades onde ocorrem. Seja positivamente, em pontos como geração de renda, projeção, conexão com novas culturas, na aceleração de melhorias de infraestrutura. E/ou negativamente, principalmente com o processo de gentrificação. Com novos formatos que dialogam mais com os moradores e com os espaços urbanos, inspirados por eventos como o SXSW e o Primavera Sounds, este processo se torna ainda mais intenso. Diante disso, como as cidades podem utilizar os festivais como ferramenta de transformação positiva? Como os festivais podem intensificar o impacto positivo enquanto gerenciam possíveis impactos negativos? Quais tem sido os aprendizados de quem faz acontecer nesta área?

Erick Omena

Organizador do Festival Noites do Norte e do Festival Dixe em Manaus, evento com shows palestras, painéis, workshops e festas. Produtor executivo na DIXE, agência de projetos para artistas independentes. Também atua como advogado especialista em Direitos Autorais.

Vanessa Mathias

Consultora de tendências futuras e inovação, prevendo cenários possíveis e desejáveis em temas e empresas. Com 13 anos de experiência em pesquisa de mercado, mídia, imagem de marca e posicionamento em grandes empresas, é especialista em como as pessoas conectam umas com as outras através da tecnologia e o universo digital. É sócia do Chicken or Pasta e é heavy user de plataformas de consumo colaborativo.

Janilton Prado

Ator, Produtor Cultural e diretor de projetos da empresa Sapucaí Eventos Criativos. Parte do movimento colaborativo que realiza o festival Cidade Criativa, Cidade Feliz, em Santa Rita do Sapucaí.

Carla Link

Mestre em Design Estratégico, acredita no potencial colaborativo das pessoas para transformar as cidades em lugares melhores e mais sustentáveis. Desde 2012 desenvolve projetos de inovação social a partir do design, trabalhando e estudado casos de construção de estratégias, plataformas e serviços para melhorar a qualidade de vida nas cidades. Atualmente está a frente do Talking City, iniciativa para conectar o design ao universo das cidades criativas. É professora no IED. Já desenvolveu projetos para clientes como Fundação Telefônica Vivo, Oi Futuro, Nestlé, atuando para consultorias como Livework, Box1824, Grupo Tellus e Webcitizen.

Atividades

Programação oficial (em breve)

Palestrantes 2017

Showcases musicais (em breve)

Locais de atividades (em breve)

Para quem vai ao evento

© 2017 Todos os direitos reservados.